Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Para ligações originadas de celular.

Mostra do Conhecimento | NDH 2014

 

Confira abaixo os trabalhos que foram selecionados e estão sendo exibidos no NDH (Núcleo de Desenvolvimento Humano) na Mostra do Conhecimento Fundação Unimed: 
 
Busca por Excelência na Gestão das Cooperativas de Saúde: Contextualização e Sugestão
Ana Cláudia Soares Penazzi

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA Gestão de Cooperativas de Saúde

Ano Publicação: 2013

Resumo: Artigo que visa explanar, discutir e incentivar o conhecimento do cooperativismo do trabalho médico dentro de uma contextualização atual de mercado, onde as estratégias do negócio resultem em eficiência, competitividade e benefícios aos seus associados. Atualmente, 20,59% dos brasileiros são atendidos por planos de saúde, e mais de 25% desse mercado pertence ao Sistema Unimed. Assim, seus cooperados, médicos de formação, se transformam em administradores de empresas complexas. Daí a razão de aprender a serem cooperado e administrador, qualificando-se e conhecendo a estrutura e funcionamento do negócio.

Impacto da Adoção das Boas Práticas de Governança Corporativa na Unimed Volta Redonda
Andreia Aparecida Parente de Resende | Cristiane da Silva Gomes

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Negócios em Saúde

Ano Publicação: 2012

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo destacar a importância das boas práticas de Governança Corporativa, não só dentro das organizações, como também das Cooperativas de saúde. Para isso, faz-se importante mostrar todo o trabalho já desenvolvido pela Unimed Volta Redonda em relação ao seu comprometimento com tais práticas, oportunizando um melhor desempenho organizacional diante de um cenário tão competitivo como o da área de planos de saúde. Um fator relevante que pode contribuir para a melhoria das boas práticas de Governança Cooperativa, que, neste caso, está mais representativo na Unimed Volta Redonda, seria a construção de um Portal de Governança, propiciando uma maior transparência na divulgação e comunicação com seus cooperados, colaboradores e clientes.

A Sustentabilidade das Cooperativas Médicas na Saúde Suplementar
Renato César Vieira Pagano | Luiz Gonzaga Massari Filho

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Negócios em Saúde

Ano Publicação: 2013

Resumo: Por muito tempo, as cooperativas médicas gozaram de saúde financeira e domínio do mercado de saúde suplementar. A partir de 1998, com a criação da Lei 9656, o crescimento das despesas assistenciais passou a ameaçar resultados e honorários médicos, principalmente pela inserção tecnológica de OPME e medicamentos de alto custo. Hoje, hospitais e médicos passaram a substituir a remuneração de serviços médicos por ganhos com materiais e medicamentos, criando um ciclo vicioso que coloca em risco toda a cadeia da saúde suplementar, inclusive o Sistema Único de Saúde (SUS). Enquanto médicos, hospitais e operadoras não abandonarem a tentativa de maximizarem lucros, todo esse sistema estará em perigo. A solução passa por grandes mudanças culturais na gestão hospitalar, relacionamento comercial entre operadoras e prestadores médicos e, principalmente, por mudanças profundas na regulação do setor de saúde suplementar e da indústria de tecnologia médica.

O Intercâmbio Nacional como Base de Vantagem Competitiva para o Sistema Unimed: Um Recurso Estratégico
Marcionis Francisco Alves

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Negócios em Saúde

Ano Publicação: 2012

Resumo: A busca de alguma vantagem competitiva frente aos concorrentes é a preocupação contínua de toda organização empresarial no âmbito de seu mercado de atuação. Essa vantagem competitiva é obtida em função de estratégias específicas adotadas por cada empresa na sua luta diária pela sobrevivência. Dentro deste cenário e, particularmente, no seio do mercado de saúde suplementar no Brasil, o Sistema Unimed, formado por mais de trezentas cooperativas médicas operadoras de plano de saúde, tem alcançado notável sucesso na pugna competitiva com seus principais competidores. Ao se analisar sua estrutura organizacional e seu modus operandi, ressalta-se a importância do Intercâmbio Nacional Unimed como fonte de vantagem competitiva, uma vez que permite a este Sistema operar de modo unificado e homogêneo em quase todo o território nacional, permitindo ao cliente ser atendido em qualquer unidade do Sistema sem se preocupar com sua origem, o que dá a ele, cliente, a visão de “uma” única Unimed no país, reforçando sua marca institucional.

Ambiente de Cooperativismo: Ética Individual x Ética Coletiva
Maria Emília Caldas de Albuquerque Madruga

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Cooperativas em Saúde

Ano Publicação: 2013

Resumo: O artigo se propõe a verificar se os cooperados conseguem manter a ética individual nas atividades sem prejudicar a qualidade do ambiente de cooperativismo. Para tanto, realiza um estudo transversal e descritivo, no qual foi utilizado um questionário autoaplicável em 40 cooperados da UNIMED/João Pessoa, com questões sobre o interesse em ética médica, bioética e conhecimento sobre o Código de Ética Médica (CEM). As respostas encontradas pela aplicação do questionário sinalizam de forma clara que, em relação individual, existe o conhecimento, a noção de importância para a conduta médica, no respaldo a dúvidas da prática da profissão, assim como sua intervenção no coletivo sobre o Código de Ética Médica. Em contra-partida, quando a pergunta se refere à percepção no coletivo, ou seja, se os demais colaboradores têm o mesmo grau de conhecimento, comprometimento e prática, a pesquisa aponta de forma negativa, levantando dúvidas a respeito desse indicador.

Aspectos Bioéticos do Impacto na Saúde do Cooperado na Unimed João Pessoa: A Perspectiva de Adoção do Modelo de Atenção Ativa à Saúde
Mário Toscano de Brito Filho

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Cooperativa de Saúde

Ano Publicação: 2013

Resumo: A pesquisa foi realizada no Serviço de Custos e Estatísticas da Unimed João Pessoa, com população constituída por médicos cooperados da Unimed João Pessoa e amostra composta por 1.413 (um mil quatrocentos e treze) médicos cooperados da Unimed João Pessoa. A coleta de dados foi feita através de um Roteiro com questões norteadoras para atender aos objetivos da pesquisa. O Roteiro foi estruturado com questões relacionadas aos custos médios totais per capita por faixa etária, nos anos de 2010, 2011 e 2012. Concluiu-se que o modelo de gestão integrada de saúde possibilitou a redução dos custos assistenciais, maior qualidade de assistência de saúde dos usuários e contemplou o fazer médico nas exigências do moderno “ethos” médico.

Governança Cooperativista: Uma Visão da Doutrina Cooperativista
Sheyla Bertholasce Leite

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Negócios em Saúde

Ano Publicação: 2012

Resumo: O objetivo deste artigo é fazer uma análise conceitual e geral, com uma explanação a partir de uma pesquisa bibliográfica acerca da adoção da governança corporativa enquanto modelo de gestão e os desafios que ela representa para as sociedades cooperativas, e, em especial, sobre a sua aplicabilidade nas cooperativas de trabalho médico Unimed. O texto apresentado propõe uma reflexão sobre a teoria em que se baseou e sobre as perspectivas para ampliar a consciência do Sistema Cooperativista Unimed, na busca de práticas eficientes que influenciem na percepção e gerenciamento de risco, na sustentabilidade e na perenidade nos negócios.

Perfil de Competência dos Gestores de Cooperativas Médicas
Augusta Carneiro de Almeida Nóbrega

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Cooperativas em Saúde

Ano Publicação: 2013

Resumo: O estudo teve como objetivo identificar, através da visão dos presidentes de cooperativa médica de João Pessoa, o perfil de competência desses gestores. A pesquisa exploratória foi feita através de pesquisa de campo. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário. Os dados coletados foram trabalhados baseados na estatística descritiva. Os resultados apontam para um Perfil de Competência que indica a valorização da capacitação profissional e gerencial, destaca a importância do desenvolvimento pessoal e do comportamento ético na relação de trabalho.

Planejamento e Gestão Estratégica: Implantação em uma Cooperativa de Trabalho Médico
Wellington Rangel da Rocha

Assunto: Trabalho selecionado para a Mostra do Conhecimento | NDH 2014

Curso: MBA em Gestão de Cooperativas em Saúde

Ano Publicação: 2014

Resumo: Neste trabalho, serão apresentadas as etapas vencidas nessa fase inicial de execução da Gestão Estratégica, que já provocaram algumas mudanças nas práticas de gestão da organização, os efeitos dessa transformação no comportamento dos sócios dirigentes e gestores, bem como no ambiente interno da cooperativa. A implementação desse projeto demandou a implantação de vários outros, além de apontar a necessidade de mudanças, tanto no modelo de administração, quanto na estrutura e na execução dos processos operacionais. Em síntese, apresentamos nesse trabalho o Mapa Estratégico da Cooperativa com os objetivos e respectivos indicadores e metas, a forma de acompanhamento e aferição das mesmas, as demais ações, ferramentas e modelos de gestão de negócios aplicadas no processo de mudança da organização que visa aperfeiçoar o nível de profissionalização da administração para tornar a empresa mais eficiente e competitiva e agregar maior valor às partes interessadas. Segundo Kaplan e Norton (2008), “Uma estratégia visionária não vinculada a excelentes processos operacionais e de governança é impossível de se implementar. Por outro lado, a excelência operacional pode contribuir para a redução de custos, a melhoria da qualidade, a racionalização dos processos e a redução de prazos; mas, sem visão e orientação estratégica, dificilmente a empresa desfrutará de sucesso sustentável apenas em consequência das suas melhorias operacionais."


TCCs e Artigos

 
 
Confira abaixo outros TCCs e artigos produzidos pelos alunos e docentes da Fundação Unimed: 
 
Estudo Comparativo entre Modelo Proposto de Centro de Quimioterapia da Unimed Pindamonhangaba e o Serviço Social
Pellegrino, Cesar Augusto Cirne

Assunto: -

Curso: MBA Gestão de Negócios em Saúde

Ano Publicação: 2007

Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar estudo comparativo de custo entre modelo proposto de centro de quimioterapia próprio da Unimed Pindamonhangaba, com a prestação de serviço atual, que é realizada por empresas terceirizadas. Sobre a elaboração do modelo de centro de quimioterapia, foi realizada cotação do custo da área física, equipamentos e mobiliário, que foi utilizada como base para calcular o custo mensal com pagamento de empréstimo para a montagem do empreendimento. Adicionamos então o restante dos custos referentes ao pagamento de pessoal, materiais, medicamentos e demais taxas. A soma foi então comparada com o custo médio mensal referente à prestação de serviço em quimioterapia, valor este já conhecido. Os resultados demonstraram uma economia de aproximadamente R$ 2.302,75 dede o início, que seria aumentada para R$ 23.668,02 após 36 meses, com economia anual de R$ 284.016,24.

Planos de Saúde Suplementar - Contribuição da Ouvidoria
Martins, José Francisco Almeida Geraldo

Assunto: Ouvidoria

Curso: MBA de Gestão de Negócios

Ano Publicação: 2013

Resumo: Este trabalho mostra que a ouvidoria é uma tendência que vem se firmando cada vez mais no mundo e que as operadoras brasileiras, para continuarem sendo competitivas, precisam implementar a ouvidoria em seu sistema de gestão. Por um lado para garantir ao cidadão os direitos contratados, evitando que ele busque o sistema judiciário e, por outro para garantir a saúde financeira do plano de saúde, evitando os altos custos impostos pelas liminares concedidas pela justiça e/ou multas impostas pela Agencia Nacional de Saúde.

Assunto:

Curso:

Ano Publicação:

Resumo:

A Viabilidade Do Home Care Como Ferramenta Na Promoção Da Saúde
Bonomi, Daniella Oliveira

Assunto: Prestacao de Servicos em Saude

Curso: Auditoria em Saúde

Ano Publicação: 2006

Resumo: O home care é uma das ferramentas usadas para a promoção da saúde e abrange todos os serviços de saúde prestados aos pacientes em sua residência. Essa modalidade de atendimento tem crescido muito e vem se tornando mais importante nos últimos tempos. O objetivo deste trabalho foi o de demonstrar as vantagens e desvantagens proporcionadas pela utilização do home care. A metodologia utilizada foi uma revisão da literatura baseada em pesquisa bibliográfica, que levou a perceber a importância e os benefícios da promoção de saúde via home care para a comunidade, para o estado e também para as instituições de saúde privada.

A Utilização de Rede Própria Ambulatorial Na Redução de Custos Das Operadoras de Plano de Saúde
Bandeira, Maria de Fatima de Lima

Assunto: Reducao de Custos, Operadora de Plano de Saude

Curso: Auditoria em Saúde

Ano Publicação: 2005

Resumo: Este estudo técnico, tem a finalidade de analisar a redução dos custos das Operadoras de Planos de Saúde com a utilização de Rede Própria Ambulatorial.. Especificando um pouco mais este objetivo, pretende-se: identificar custos em rede ambulatorial aberta; identificar custos em rede ambulatorial fechada; identificar mecanismos de controle para redução de custos internos; identificar a estrutura ambulastorial; correlacionar os custos entre rede ambulatorial credenciada e própria. A partir desta situação é necessário proceder-se ao seguinte questionamento: A utilização de Rede Própria Ambulatorial proporciona a redução de custos nas Operadoras de Planos de Saúde? Observa-se que com a utilização de Rede Própria Ambulatorial será possível a redução de custos com manutenção da qualidade dos serviços e cumprimento das exigências contratuais. Quanto aos aspectos metodológicos, a partir deste estudo será realizado: levantamento de dados referente aos custos ambulatoriais em rede credenciada e rede própria; levantamento bibliográfico; levantamento documental. Como resultados finais acrescentase que o desenho deste estudo dá ênfase à análise conjunta de duas organizações, focando-se nos aspectos comuns, em detrimento de uma análise mais aprofundada de cada instituição e seus processos particulares de utilização das tecnologias gerenciais de rede própria ambulatorial e rede credenciada. De acordo com os dados colhidos e apresentados nas tabelas em anexo, verifica-se que os planos de saúde com rede ambulatorial própria apresentam, na maioria dos casos, custos bastante reduzidos em relação aos planos de saúde com rede ambulatorial credenciada.

A Regulamentação Das Condições de Trabalho No Setor de Teleatendimento No Brasil: Necessidades e Desafios
Silva, Airton Marinho Da

Assunto: Pericia em Teleatendimento

Curso: Perícia Médica

Ano Publicação: 2004

Resumo: O tema deste estudo é a regulamentação da atividade de teleatendimento pelo poder público, investigação motivada por dificuldades e desafios em atender demandas dos sindicatos de trabalhadores do setor. À luz da literatura, que mostra adoecimento pela carga de trabalho gerada por controles rígidos de tempo, fala e comportamento, avalia-se as posições dos atores sociais envolvidos e procura-se mostrar elementos que subsidiem esses atores nas negociações relativas a condições de trabalho. Adotou-se metodologia qualitativa envolvendo ampla revisão bibliográfica, análise de conteúdo de processos e audiências públicas do Ministério Público do Trabalho (MPT) e entrevistas semiestruturadas com Procuradores, sindicalistas e Auditores Fiscais do Trabalho. Os resultados revelaram contradições importantes: as empresas aceleram os processos de atendimento e desvalorizam as conseqüências sobre os trabalhadores; os sindicatos, frágeis na conjuntura atual, denunciam adoecimento e precárias condições de trabalho. As instituições públicas carecem de legislação clara e objetiva para sua intervenção. O teleatendimento insere-se em conjuntura recente de globalização, novas tecnologias e privatização da telefonia onde predomina a força econômica. O estudo aponta necessidades e desafios para a regulamentação do setor e apresenta elenco de medidas para melhorias de ambiente e organização do trabalho. Espera-se que o poder político e a sociedade sensibilizem-se frente a esses desafios, gerando políticas específicas para o teleatendimento, com redução das queixas e do adoecimento da grande e jovem população de teleatendentes em nosso País.

A Qualidade No Atendimento de Hospitais Particulares
Andrade, Germano Leitao de

Assunto: Qualidade No Atendimento

Curso: Administracao Hospitalar

Ano Publicação: 2005

Resumo: É notório que as questões ligadas à garantia de qualidade são de domínio pelas organizações industriais de uma forma geral. Destes, os serviços de saúde – o objeto de estudo de nosso interesse, especificamente hospitais particulares - buscam cada vez mais resgatar o saber dos profissionais que desempenham suas funções neste e proporcionar uma estrutura de trabalho adequada, flexível, para atender as suas necessidades. Esse trabalho não visa ser a solução e o ponto final para a temática apresentada, e sim busca identificar novos caminhos que conduzam a melhoria do processo de trabalho daqueles que são os responsáveis pela garantia da qualidade dos serviços de saúde. Para garantir a qualidade destes serviços é necessário trabalhar algumas variáveis como qualidade técnica dos profissionais, uso eficiente de recursos, minimização de risco de lesões associadas aos serviços de saúde oferecidos; satisfação do paciente em suas demandas, expectativas e acessibilidade aos serviços de saúde. Necessitam de serviços de qualidade, que atendam, principalmente, as suas necessidades emergenciais. Cabe lembrar que vários estudos desenvolvidos em hospitais com o objetivo de implementar princípios e/ou ferramentas da área de Gestão da Qualidade, até então utilizadas em outros tipos de serviços e na indústria, trouxeram melhorias aos serviços hospitalares e redução de custos. Estas são as ferramentas com as quais pretendemos desenvolver e aprofundar o presente trabalho, adaptando às características do serviço que se pretende estudar.

A Perícia Médica Na Concessão Do Benefício Assistencial
Lira, Franck Janes Paula

Assunto: Beneficio Assistencial

Curso: Perícia Médica

Ano Publicação: 2005

Resumo: O Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos com 65 anos ou mais e a Pessoa Portadora de Deficiência (PPD), incapacitada para a vida independente e para o trabalho, com renda familiar per capita inferior a ¼ do salário mínimo, garantido constitucionalmente, concebido na esfera da assistência social e operacionalizado pela Perícia Médica do INSS, representa um dos mais importantes meios de distribuição de renda no Brasil. Tanto a falta de informação à população, de participação efetiva das Secretarias Municipais de Assistência Social, de capacitação de todos os envolvidos no processo de concessão, de parâmetros mais justos que garantam a acessibilidade dos requerentes atendendo aos princípios da Constituição de 1998, quanto a não observância de critérios técnicos para a avaliação de incapacidade que permitam a inclusão de um leque maior de patologias, ferem frontalmente os princípios de justiça social e exigem uma urgente discussão sobre políticas públicas de intervenção, de caráter assistencial, à luz da ética social, institucional e profissional

A Perícia Médica Como Prova de Culpa Nos Processos de Indenizacao Civil Por Dort
Reis, Felipe Rovere Diniz

Assunto: Doenças Ocupacionais Relacionadas Ao Trabalho

Curso: Perícia Médica

Ano Publicação: 2005

Resumo: Introdução: Os danos decorrentes dos Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho (DORT) são causas freqüentes de processos de indenização civil na justiça comum e atualmente também na justiça trabalhista. A avaliação pericial como prova principal nestes processos, é de suma importância para esclarecer o juiz quanto aos fatos relativos aos danos alegados e ao nexo destes com a conduta do réu frente à atividade laboral do autor. Embora o julgamento da culpa seja atributo exclusivo do juiz, o perito deve fornecer informações suficientes quanto à conduta do réu para julgamento do nexo desta com o dano constatado, tarefa que exige um conhecimento amplo e multidisciplinar. Objetivo: Mostrar que os laudos periciais normalmente não contêm informações suficientemente detalhadas quanto à conduta do empregador e que estas informações são essenciais para a decisão lógica do mérito arbitrado. Método: Foram selecionados 31 processos de indenização civil recorridos em nível de segunda instância no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, dos quais foram estudados sistematicamente 23 acórdãos e 5 laudos periciais. Resultados: A maioria dos acórdãos analisados teve como provas principais o laudo pericial, entretanto estes, embora tivessem informações suficientes para a caracterização do dano e do nexo deste com o trabalho, não continham informações quanto o cumprimento das normas de segurança e medicina do trabalho, informações essenciais para a caracterização da conduta do réu. Conclusão: Os laudos periciais, além de conter informações quanto ao dano e ao nexo deste com o trabalho, devem conter também um campo específico para detalhar suficientemente as atividades laborais, confrontando-as com as normas legais de segurança e medicina do trabalho, a fim de fornecer ao juiz informações detalhadas sobre a conduta do réu.

A Influência Do Fator Estético No Desejo e No Desempenho Sexual em Mulheres Pré - Menopausadas
Mota, Alexsandra de Castro

Assunto: Desempenho Sexual Feminino, Pre - Menopausa

Curso: Sexologia

Ano Publicação: 2006

Resumo: A mulher ao longo da história representou diversos papéis na sociedade, desde bruxa no tempo da inquisição à reprodutora destinada à maternidade no século XIX. Após muita luta (como os movimentos feministas) no intuito de ocupar um espaço de igualdade com os homens na sociedade, conquista o seu papel de cidadã com direitos e deveres assegurados pela constituição. Além disso, a sexualidade da mulher também veio se transformando juntamente com o seu papel sóciopolítico. Com o surgimento da pílula anticoncepcional a mulher busca a liberdade sexual e o prazer, uma vez que a maternidade pode ser programada. Com a liberdade sexual, uma nova era se inicia para as mulheres que passam a vivenciar a sua sexualidade. A mídia aproveitando desta conquista feminina dissemina um padrão de beleza e legitima o ideal de mulher onde a juventude e o corpo magro e escultural são modelos de sensualidade e beleza.

A Importância Pericial Da Síndrome Do Tunel Do Carpo
Vasconcellos, Luiz Philippe W. Cabral de

Assunto: Doenças Ocupacionais Relacionadas Ao Trabalho, Sindrome Do Carpo

Curso: Perícia Médica

Ano Publicação: 2005

Resumo: São apresentados aspectos relevantes da Síndrome do Túnel do Carpo (STC), afecção freqüentemente motivadora de ações judiciais cíveis e trabalhistas, que demanda do médico perito conhecimentos epidemiológicos, anatômicos, propedêuticos, etiológicos e de tratamento. Sendo o exame pericial uma situação diferente da assistencial médica, existem vieses de interesses e cuidados investigativos a serem observados. Esses alertas, baseados na extensa e controversa literatura e na experiência pessoal do autor, que é médico do trabalho, ortopedista, fisiatra e perito judicial, poderão servir como orientação básica pericial para outras afecções.