5 dicas de transição de carreira para a Administração em Saúde

  • Home
  • Blog
  • Gestão
  • 5 dicas de transição de carreira para a Administração em Saúde
Publicada 03/06/2019

A área da saúde é muito ampla, indo muito além do atendimento a pacientes e da cura de doenças. Entre as inúmeras possibilidades de carreira, está a Administração em Saúde, responsável pela gestão de clínicas, hospitais, laboratórios etc. 

Afinal, segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), são mais de 320 mil instituições públicas e privadas cadastradas no Ministério da Saúde. Ou seja, esse número aponta para a quantidade de oportunidades existentes para se atuar como gestor de saúde.

Sendo assim, não é por acaso que cada vez mais médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde estão optando por se especializarem na área. A questão é que não bastam os conhecimentos técnicos para seguir essa carreira. Por isso, neste post, explicamos um pouco mais sobre a Administração em Saúde e mostramos 5 dicas de como mudar para a área. Confira!

 

Qual é a função de um administrador em saúde?

 

A administração se baseia nos princípios de planejamento, organização, direção e controle para encontrar as melhores soluções práticas para a condução de negócios. No caso da gestão de saúde, é necessário ir um pouco mais além, tendo em vista as peculiaridades desse setor.

Dessa forma, a Administração em Saúde pode ser entendida como o gerenciamento dos recursos financeiros, sanitários, humanos e logísticos das instituições de saúde públicas e privadas. Também significa analisar e coordenar todos os processos e demandas que garantam a segurança na prestação de um serviço de qualidade para as pessoas.

Por isso mesmo, é necessário que o gestor de saúde saiba lidar com problemas de maneira rápida e eficaz, de modo que não prejudique o atendimento aos pacientes. Assim, ele deve saber identificar e lidar com qualquer tipo de adversidade. Da mesma forma, um administrador na área tem a função de antecipar e fomentar oportunidades de crescimento e melhorias da instituição, buscando sempre o melhor serviço.

 

Como ser um bom profissional na carreira administrativa?

 

Além dos conhecimentos técnicos, é fundamental ter e desenvolver algumas competências comportamentais. Afinal, a área de Administração em Saúde exige que o profissional saiba lidar com conflitos, questões bastante específicas e um dia a dia agitado. Por isso, separamos dicas para quem deseja ser bem-sucedido nessa carreira. Acompanhe!

Mantenha-se focado
A primeira dica está relacionada ao autoconhecimento. Por mais interessante que a área administrativa seja, é preciso manter o foco e entender bem o que se quer e aonde se deseja chegar. Por isso, antes de optar por esse caminho, tenha certeza de que ele está alinhado aos seus objetivos.

Supere barreiras
Infelizmente, a maioria dos cursos em saúde não preparam os alunos para a Administração em Saúde. Porém, muitos médicos, enfermeiros e outros se tornam gestores, uma vez que essa é uma grande demanda do mercado. Portanto, é fundamental que você saiba reconhecer quais são suas carências e barreiras, e procurar superá-las.

Desenvolva espírito de liderança
Ora, qualquer administrador precisa saber liderar — e ser um líder não significa apenas estar numa posição hierárquica superior. Trata-se de uma posição de respeito, que inspira confiança e segurança aos liderados, sendo responsável por motivá-los e fazê-los crescer.

Tenha inteligência emocional
Muito se fala hoje na importância de ter inteligência emocional no mundo dos negócios. Ela é uma competência de quem sabe lidar com situações difíceis, mantendo a serenidade mesmo sob pressão.

Na Administração em Saúde, essa habilidade é ainda mais urgente, tendo em vista a rotina conturbada de hospitais e clínicas, nos quais os gestores precisam passar tranquilidade e segurança para a equipe.

Seja flexível e inovador
A inteligência emocional também é fundamental para que o gestor de saúde consiga superar os desafios do setor — que não são poucos! Ao mesmo tempo, é preciso ter flexibilidade para se adaptar a tantas mudanças estratégicas e tecnológicas, e saber lidar com elas da melhor forma. Assim, com criatividade e inovação, é possível resolver problemas e oferecer um atendimento ainda mais eficiente para os pacientes.

Inspire confiança e respeito
Por outro lado, ser criativo, procurando soluções fora da caixa, não significa ser antiético e imoral. Muito pelo contrário! Essas competências são pré-requisito para a carreira de Administração em Saúde, uma vez que se lida com a saúde e a vida das pessoas. Portanto, sempre inspire confiança e respeito, tanto para os seus subordinados quanto para os pacientes.

 

Como migrar para a área de Administração em Saúde?

 

Apesar de todos os desafios, a Administração em Saúde oferece ótimas oportunidades de trabalho em todo o Brasil. 

1. Busque novas oportunidades
A primeira coisa a se fazer é entender como está o mercado na sua região. Para tanto, procure saber se existem muitas oportunidades e se elas são, de fato, interessantes para você. Da mesma forma, é importante identificar o perfil profissional e as habilidades exigidas para você poder se preparar adequadamente.

2. Converse com outros profissionais
Fazer um bom networking é uma maneira de conhecer a área e, ao mesmo tempo, mostrar sua disponibilidade e aptidões. Por isso, converse com outros gestores em saúde, proprietários de clínicas e hospitais. Tente estabelecer um relacionamento com eles, de modo que seja lembrado sempre que surgir uma boa oportunidade.

3. Participe de eventos do setor
Os eventos, como cursos e congressos médicos, também são muito bons para entrar em contato com novas oportunidades de trabalho. Além disso, dá para aprender melhor sobre a área administrativa e descobrir tecnologias e inovações do setor, algo muito importante para os gestores em saúde.

4. Utilize as redes sociais
As redes sociais, principalmente o LinkedIn, são ferramentas bem interessantes para procurar vagas, fazer networking e se atualizar. Dessa forma, mantenha um perfil atrativo, focado nas habilidades necessárias para a Administração em Saúde.

Assim, uma dica importante é criar perfis ou páginas profissionais separados das pessoais, no caso do Facebook e Instagram. Já no LinkedIn, também é bom ativar a busca específica na área administrativa, de modo que os recrutadores possam encontrar você com mais facilidade.

5. Invista em conhecimento
As faculdades de medicina, de enfermagem, de farmácia, de fisioterapia, de nutrição etc geralmente não desenvolvem habilidades administrativas nos alunos. Assim, é fundamental buscar uma formação na área, que forneça os conhecimentos necessários para lidar com a rotina de uma instituição de saúde. 

Nesse sentido, o curso de MBA em Administração Hospitalar é uma ótima opção. Ele apresenta uma abordagem prática, que ajuda a reforçar a fundamentação teórica e garante a base necessária para a sua formação profissional.

O papel do gestor se torna cada vez mais claro nas instituições de saúde, não só pelos conhecimentos sólidos de gestão, mas também por ser um verdadeiro líder. Para isso, é fundamental procurar desenvolver as competências técnicas e comportamentais necessárias.

Ficou interessado na área de Administração em Saúde? Quer saber mais sobre essa carreira? Então, entre em contato conosco para tirar suas dúvidas e conhecer o curso de pós-graduação da Faculdade Unimed!


Fale com a Faculdade Unimed

Entre em contato pela central de atendimento
clicando aqui ou ligue para: 0800 702 1301



ÚLTIMOS POSTS

Ontem

Compliance na saúde: entenda a importância da ética nessa área

LER POST
Semana passada

Atendimento ao cliente: qual é a importância para instituições de saúde?

LER POST
Semana passada

Ser gestor em cooperativas: qual é o profissional indicado?

LER POST