Faculdade Unimed participa de debate sobre educação para perenidade das cooperativas

  • Home
  • Notícias
  • Eventos
  • Faculdade Unimed participa de debate sobre educação para perenidade das cooperativas
Publicada 30/09/2019

A Faculdade Unimed marcou presença no XXIV Simpósio das Unimeds do Centro-Oeste e Tocantins (Sueco), realizado em Cuiabá (MT). O diretor Acadêmico, dr. Ary Célio de Oliveira, foi um dos convidados para a mesa redonda internacional sobre a Educação para a Perenidade das Cooperativas: Experiências e Possibilidades, no dia 19 de setembro.


Dr. Ary Célio de Oliveira falou sobre a atuação da Faculade Unimed

Ao lado de especialistas internacionais e nacionais, ele debateu sobre o tema e falou sobre os principais projetos da instituição de ensino do Sistema Unimed. “A educação é um princípio e é cláusula pétrea do cooperativismo há 175 anos. Desde sua criação, já era premissa que toda cooperativa tinha que investir em educação, formação e informação para seu cooperado, seus clientes e comunidade, e isso tem garantido a nossa perenidade ao longo dos anos”, disse.

Entre os destaques, o diretor Acadêmico citou a atuação em todo o Brasil com turmas de pós-graduação, curta duração e aperfeiçoamento, com foco em gestão, saúde e cooperativismo. “A educação é o único instrumento de sustentabilidade do Sistema. E a Faculdade Unimed é com certeza um dos mecanismos que vem consolidar esse processo junto a todos os seus stakeholders”, completou.

Educação é investimento
Os participantes também ressaltaram a necessidade de investir na área como uma forma de fomentar a criação e o desenvolvimento de cooperativas. Segundo o consultor internacional em Cooperativismo e Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Gouveia, de Washington (EUA), a melhor forma de promover a educação é por meio de uma instituição especializada na área. “Mas não se pode ficar à espera do estado e do ensino público, temos que ser nós a investir. A educação não é um custo, é um investimento. É a arma mais poderosa para mudar o mundo”, alertou.

A PhD em Estudos de Desenvolvimento Claudia Sanchez Bajo, de Bruxelas (Bélgica), ressaltou que não se trata de uma questão de gestão, mas de estratégia intergeracional, a fim de garantir a perenidade do sistema. “As experiências cooperativas de sucesso sempre tiveram a educação, não só dos associados, mas de toda a comunidade. E assim foram se criando outras cooperativas”, frisou Claudia.


Mesa internacional sobre educação e cooperativismo foi uma das atrações do Sueco

Para Onofre Cezário de Souza Filho, presidente da Organização e Sindicato das Cooperativas Brasileiras no Estado do Mato Grosso (Sistema OCB/MT), “as ponderações durante o evento mostraram que a educação é dever do cooperativismo mundial. Assim, podemos ser disruptivos, mas vamos manter a essência cooperativista na educação, por conta do dever e não pela obrigação. Entendemos, ainda, nos debates, que o cooperativismo é que tem o dever de investir nesse processo educacional e não esperar do poder público ou privado.”

O Sistema OCB/MT conta com uma instituição de ensino superior voltada para a educação cooperativista, a Faculdade do Cooperativismo I.COOP, criada em Cuiabá, em 2018.“Precisamos investir em formação de gente que conheça profundamente o Sistema e para isso trouxemos grandes experiências de fora do país, mostramos a nossa Faculdade aqui em Cuiabá e a experiência da Faculdade Unimed, ressaltando, assim, que é um movimento que está crescendo e que é necessário”, concluiu a presidente do ICOOP, Janete Carmen Dalabarba.

Texto adaptado de Sistema OCB/MT
 




ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Há 6 dias

Faculdade Unimed é avaliada por alunos e docentes da graduação

LER POST
Há 6 dias

Faculdade Unimed inicia cursos sobre APS e Transtorno do Espectro Autista

LER POST
Há 6 dias

Unimed Oeste do Pará é nova mantenedora da Faculdade Unimed

LER POST