Novidades no MBA em compliance da Faculdade Unimed

Publicada 29/11/2019

A Faculdade Unimed atualizou sua pós-graduação em compliance. Com mais foco na Resolução Normativa 433/2018, da Agência Nacional de Saúde (ANS), o curso teve a inclusão de duas disciplinas − Compliance Financeiro e Gestão de Inovação e Controles − e recebeu um novo título: MBA em Governança, Riscos, Regulação e Compliance em Saúde.

Para divulgar as novidades, no dia 3 de dezembro, a partir das 14h, será realizado o wokrshop Os impactos do compliance e da LGPD no contexto da saúde, na sede da instituição de ensino, em Belo Horizonte (MG). Com entrada franca, o evento reúne profissionais com ampla experiência nas temáticas abordadas, que vão compartilhar suas vivências e a possibilidade de ampliação das perspectivas relacionadas à aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e do compliance às organizações de saúde. Inscreva-se aqui.

Confira a minientrevista com o advogado, mestre em Direito Público, especialista em Prevenção e Repressão à Corrupção e coordenador do curso, Bruno Torchia, sobre as principais mudanças no projeto pedagógico:



O que motivou as mudanças no curso?

A possibilidade de capacitar os alunos visando não apenas o atendimento às normatizações atuais, mas também prepará-los para o novo modelo de economia disruptiva do século XXI.

 

Por que focar mais na RN 433?

A RN 443 é um marco regulatório muito importante para as operadoras do plano de saúde, impondo a obrigatoriedade de implantação de um sistema de governança, riscos e compliance. Todos os líderes, gestores e colaboradores devem ser capacitados para atender suas disposições. A depender da estrutura jurídica da operadora, o envio de relatórios ao agente regulador é obrigatório. Soma-se a isso o fato que as exigências, com o tempo, devem aumentar.

 

Quais serão os principais pontos tratados pelas novas disciplinas?

A disciplina Gestão de Inovação e Controles parte do pressuposto que o dirigente não terá êxito na sua atividade empresarial apenas com garra e esforço, é preciso realizar adequada gestão de riscos, guiada pela constante inovação e transformação do tradicional modelo de estrutura organizacional linear. O início de 2020 está associado a fortes tensões comerciais, ressurgimento do endividamento e o risco da supervalorização dos ativos, exigindo um equilíbrio cuidadoso do gestor. 

Já o Compliance Financeiro irá auxiliar os profissionais das áreas contábil e financeira no tratamento jurídico legal para que não haja dúvida a respeito da proteção do patrimônio contábil, assim como estabelecer barreiras de proteção à manipulação de dados sensíveis, evitando ou minimizando a atuação por parte das autoridades fazendárias. Esta conformidade trará proteção jurídica tanto para os gestores das cooperativas como também confiabilidade aos cooperados, que terão a certeza da eficiente gestão dos seus recursos.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS

08/05/2020

Revista Científica Faculdade Unimed prorroga chamada de trabalhos até 14/5

LER POST
07/05/2020

Como o compliance e a LGPD podem ser um diferencial na gestão das organizações?

LER POST
30/04/2020

Cursos sobre manejo da COVID-19 contribuem para atendimento de qualidade aos beneficiários

LER POST