Como o compliance e a LGPD podem ser um diferencial na gestão das organizações?

Publicada 07/05/2020

O compliance e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) são realidade no Brasil, e as organizações que não estiverem preparadas estarão sujeitas à perda de competividade negocial. É o que afirma o mestre em Direito Público e coordenador de MBA da Faculdade Unimed, Bruno Torchia.

Em entrevista publicada na última edição da Revista Científica Faculdade Unimed, ele falou sobre a origem do compliance, os desafios para sua implantação e qual a sua relação com a LGPD, que teve o início de vigência adiado para maio de 2021, por causa da pandemia do coronavírus. Veja uma prévia abaixo.

O que levou o compliance a ganhar mais relevância no meio corporativo nos últimos anos?

O compliance tem sido visto pelo governo, sociedade e mercado como o mecanismo capaz de extirpar os atos ilícitos do meio negocial e disseminar a cultura de integridade nos negócios. Não apenas, as organizações têm paulatinamente exigido que seus fornecedores se alinhem às práticas de compliance, sob pena de não mais se relacionarem com eles. Conclui-se que estar em compliance é imperativo no que tange ao aspecto regulatório, concorrencial e negocial. 

A nova LGPD tem interferência nisso? Se sim, qual?

Atualmente, a LGPD pode ser vista como mais uma etapa na implantação do compliance, pois passa a exigir que as organizações adotem medidas de segurança, técnicas e administrativas, aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou qualquer forma de tratamento inadequado ou ilícito.

As organizações, portanto, precisam implantar mecanismos de Governança da Privacidade, o que impacta diretamente na condução de qualquer atividade empresarial.  Sendo assim, o investimento em programas de compliance proporcionará conformidade à exigência regulatória, melhoria de processos internos e maior eficiência. 

 

Capacitação

O compliance e a LGPD estão em alta e demandam conhecimento específico dos profissionais que desejam se destacar no mercado. Na área da saúde não é diferente. Além da implantação desses processos, Bruno Torchia destaca que outra etapa muito importante são os treinamentos, que devem atingir toda a empresa.

A Faculdade Unimed lançou dois cursos EAD de curta duração sobre os temas. Clique nos links abaixo para conhecer mais sobre eles.

COMPLIANCE ANTICORRUPÇÃO NA SAÚDE
Data do curso: 18 e 19/05/2020
Saiba mais aqui

LGPD: ASPECTOS TEÓRICOS, PRÁTICOS E COMPLIANCE DIGITAL
Data do curso: 1º e 03/06/2020
Saiba mais aqui




ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Semana passada

Faculdade Unimed realiza primeira colação de grau para alunos da graduação

LER POST
04/09/2020

Faculdade Unimed registra aumento na oferta de cursos de curta duração

LER POST
03/09/2020

Unimed Cascavel promove treinamentos sobre comunicação e feedback

LER POST