Faculdade Unimed organiza missão internacional para a Inglaterra com foco na Atenção Primária à Saúde

  • Home
  • Notícias
  • Saúde
  • Faculdade Unimed organiza missão internacional para a Inglaterra com foco na Atenção Primária à Saúde
Publicada 14/11/2019

Aprendizado e interação têm sido o foco da missão internacional para a Inglaterra, organizada pela Faculdade Unimed e promovida pela Central Nacional Unimed (CNU), para integrantes das Unimeds Circuito das Águas (MG), São José do Rio Preto (SP) e Planalto Norte (SC) e da Federação Rio Grande do Sul. As cooperativas foram escolhidas por terem conquistado o primeiro lugar em suas categorias no 12º Prêmio Nacional de Atendimento Unimed da CNU.

A expedição começou no dia 9 de novembro e vai até o próximo domingo (17). A Faculdade foi a responsável pela interface com as instituições britânicas para acordar o conteúdo a ser apresentado aos participantes, bem como por toda a logística da viagem. O diretor Acadêmico da Faculdade Unimed, dr. Ary Célio de Oliveira, está acompanhando o grupo, junto com outros dirigentes da CNU. “O NHS é uma grande escola sobre a atenção primária à saúde. Buscamos as instituições que são consideradas referência no assunto para que os participantes se inspirem com as práticas inglesas e levem esse aprendizado para ser aplicado em suas cooperativas”, ressaltou dr. Ary.

“Em geral, é um grupo muito bacana, coeso e pontual, no qual as pessoas têm se entrosado bastante. Tem sido uma grande experiência e que está agregando muito valor”, disse dr. Antonio Abrão Nohra Neto, diretor de Atenção à Saúde da CNU.

Experiências compartilhadas
Os participantes estão tendo a oportunidade de conhecer o National Health Service (NHS), serviço público local baseado na Atenção Integral à Saúde, considerado o melhor do planeta em 2017 pelo Royal College of General Practitioners (RCGP). Inclusive, a instituição, que possui excelência em atenção primária, foi um dos pontos visitados em Londres durante a missão. O grupo e os responsáveis do RCGP conversaram sobre como melhorar a atenção primária no Brasil e como formar mais médicos de família.

Antes, no primeiro dia de atividade, eles foram ao The King’s Fund, prédio sem fins lucrativos voltado para pesquisas e incrementação para o sistema de saúde do Reino Unido. Lá, foram debatidas e esclarecidas dúvidas sobre temas diversos, entre eles, as mudanças no sistema de saúde inglês, que, basicamente, busca tirar a pressão dos grandes hospitais, repassando para a atenção primária.

No iPlato Healthcare, a comitiva participou de palestras sobre o uso de tecnologia na atenção primária. A empresa de tecnologia criou uma plataforma digital que tem 25 milhões de pacientes e 6.500 clínicas cadastradas e, visa integrar os sistemas de forma on-line. O sistema permite que a população realize o agendamento ou cancelamento de consultas, por exemplo, além de criar um banco de dados para os médicos.

Na quarta (13), os gestores partiram para Newcastle, no norte da Inglaterra, onde ficam até sábado (16). Nesses dias, eles estão conhecendo quatro centros de saúde especializados em emergência e cuidados avançados na atenção primária. Confira o diário da viagem aqui.




ÚLTIMAS NOTÍCIAS

08/05/2020

Revista Científica Faculdade Unimed prorroga chamada de trabalhos até 14/5

LER POST
07/05/2020

Como o compliance e a LGPD podem ser um diferencial na gestão das organizações?

LER POST
30/04/2020

Cursos sobre manejo da COVID-19 contribuem para atendimento de qualidade aos beneficiários

LER POST