Por que profissionalizar a gestão de consultórios e clínicas?

Publicada 19/03/2021

Em qualquer negócio, independentemente da área de atuação, uma boa gestão é um diferencial. No caso da saúde, cuja gestão é mais complexa por tratar da vida humana, é preciso ainda mais cuidado para conseguir manter sustentabilidade e crescer no mercado.

Neste post, vamos ver a importância de profissionalizar a gestão de consultórios e clínicas e da capacitação de gestores que atuam na área da saúde.

 

Por que profissionalizar a gestão de consultórios e clínicas?

Investir em gestão hospitalar é um passo importante para promover o crescimento sustentável. Mas uma boa gestão vai além de questões puramente financeiras. Ela pode auxiliar no aumento da qualidade dos serviços prestados, em uma maior satisfação dos pacientes, redução de custos e adequação às normas e regras governamentais.


Vamos ver alguns dos benefícios da gestão hospitalar a seguir:


1.    Reduz a rotatividade da equipe


Através de uma boa gestão, é possível ter uma política de remuneração justa baseada em valor, um ambiente de trabalho seguro e agradável e ainda aumentar a capacitação das equipes através do incentivo à capacitação dos profissionais.


Tudo isto colabora para um melhor clima corporativo e tende a reduzir a rotatividade dos colaboradores, tanto os da equipe médica, quanto os da manutenção, limpeza e atendimento.


2.    Melhora a qualidade do serviço prestado


A gestão pode ser uma aliada da segurança do paciente, que são uma série de protocolos que reduzem a iatrogenia, o tempo de internação, erros evitáveis e aumentam a qualidade de vida dos pacientes.


Para implantar estes protocolos, é preciso criar uma série de procedimentos, metas, promover mudanças de comportamento, realizar avaliações que indiquem se as mudanças estão sendo aplicadas, capacitar as equipes e ajudá-las a seguir os novos padrões de trabalho adotados. Tudo isto depende da gestão hospitalar, pois o gestor precisa realizar o plano de implantação dos novos procedimentos e liderar todo o processo de mudança.


3.    Melhora a experiência do paciente


A experiência do paciente nada mais é do que a soma  soma de todas as interações do paciente e a influência delas na sua percepção da qualidade do serviço de saúde prestado.


Ela analisa todas as interações do paciente com a instituição, incluindo questões como facilidade para marcar consultas e realizar procedimentos; o atendimento na recepção; a comunicação com médicos e enfermeiros, entre outras. 


Ao aprimorar o serviço oferecido ao paciente, como descrevemos no tópico anterior, a experiência do paciente é diretamente impactada. Com mais pacientes cada vez mais satisfeitos, eles tendem a retornar para a clínica ou consultório sempre que precisarem e ainda indicam para outros potenciais pacientes.

 

4.    Diminuição dos custos hospitalares


Como desenvolvimento de novas tecnologias, aumento da incidência de doenças crônicas, maior expectativa de vida da população, entre outros ponto, os custos da atenção à saúde estão em uma tendência de crescimento, de forma que a gestão estratégica de custos se mostra cada vez mais importante na gestão hospitalar.


Apesar de sua importância, ainda existem alguns erros comuns na gestão dos custos, entre eles estão: a falta de planejamento; ter um planejamento e não segui-lo e contar com uma receita antes de recebe-la. 
Ao profissionalizar a gestão, os custos podem ser analisados, planejados e executados de forma a reduzir os gastos desnecessários e otimizar o uso dos recursos.


5.    Auxilia nos processos de acreditação


A acreditação hospitalar é uma metodologia de avaliação de processos que deve ser realizado periodicamente, de forma voluntária e sigilosa. Seu objetivo é avaliar a qualidade assistencial com base numa série de requisitos elaborados por especialistas na área e que levam em consideração o tipo de instituição e de serviço de saúde ofertados no local.


O gestor hospitalar tem um papel central na acreditação. Isto acontece porque é a equipe de gestão que irá gerir desde o mapeamento dos processos internos, a seleção da equipe responsável por analisá-los e desenhar as mudanças, a implantação e acompanhamento de novos procedimentos.


Embora a acreditação não seja obrigatória, ela traz uma série de vantagens para as instituições acreditadas que podem ser conferidas aqui.

 

Como se capacitar em Gestão Hospitalar?


O primeiro passo para aprimorar a gestão é através da capacitação dos gestores. A Faculdade Unimed conta com um MBA em Administração Hospitalar da Faculdade Unimed voltado para gestores de instituições de saúde de pequeno, médio ou grande porte.


Ele tem como objetivo promoverr competências para lidar com mais qualidade e segurança com questões relativas à finanças, gestão de estoques, logística hospitalar, recursos humanos e muito mais.


O curso, que é voltado para questões práticas que tratam diretamente da rotina dos gestores, tem professores que atuam no dia a dia das instituições de saúde e transmitem a sua vivência e prática para os alunos.


“É um MBA que proporciona o conhecimento de eventos que os profissionais desse segmento vivenciam de fato e aponta quais decisões precisam tomar para sanar os problemas", explica Eduardo Regonha, coordenador do MBA em Administração Hospitalar.


Ficou interessado? Então não deixe de conferir a página do curso para conhecer melhor as disciplinas que integram esta pós-graduação, quando teremos novas turmas e as formas de financiamento. 
 




ÚLTIMOS POSTS

Ontem

O papel da Auditoria Odontológica

LER POST
Há 6 dias

Entenda como inovar em cooperativas

LER POST
Semana passada

Qual a diferença entre tecnólogo, bacharelado e licenciatura?

LER POST