Segunda graduação ou pós: qual a melhor opção?

Publicada 23/03/2021

Ao decidir por um novo curso, muitas pessoas ficam na dúvida entre fazer uma nova graduação ou um curso de pós. No entanto, a graduação e a pós tem objetivos diferentes que devem ser levados em consideração na hora desta escolha.

Antes de decidir qual caminho seguir, é preciso pensar em quais são os seus objetivos profissionais, o que você deseja alcançar com esta qualificação e quais são as suas condições atuais de conciliar carreira, família e estudos.

Para entender qual é o caminho mais indicado para você, responda sinceramente as perguntas abaixo:

 

Quanto tempo você tem?

Tanto a graduação quanto a pós exige tempo para assistir as aulas, preparar os trabalhos, estudar para provas e demais obrigações acadêmicas.

No entanto, o tempo de duração dos cursos são diferentes. Normalmente uma pós-graduação leva de 12 a 24 meses, enquanto as graduação tem no mínimo 2 anos e meio de duração e, dependendo do curso, podem chegar em até seis anos.

Além disso, os cursos de graduação contam com aulas diárias, enquanto na pós as aulas costumam ocorrer duas vezes por semana ou aos sábados.

Se a sua rotina é muito corrida, é mais fácil conciliar os horários com uma pós-graduação ou optar por uma graduação a distância ou híbrida, que permite uma flexibilidade no horário das aulas.

Caso você deseje resultados rápidos, os cursos de graduação chamados de tecnólogos têm duração de dois anos e meio, são reconhecidos pelo MEC e voltados para o que é exigido para o mercado de trabalho. São uma ótima opção para quem tem pouco tempo.

 

O quanto você pode investir?

O valor do investimento também deve ser levado em consideração.

Existem graduações e pós de diversos valores. Eles variam muito de acordo com a instituição, modalidade (cursos a distância costumam ser mais baratos) e curso. Porém, como as graduações duram mais tempo, em média, do que uma pós, o preço final tende a ser maior do que o de uma graduação.

Outro ponto é que programas como Fies e Prouni não são válidos para a segunda graduação, de forma que caso você precise de bolsa para estudar, as opções são menores e é preciso pesquisar um pouco mais.

 

Qual é o seu momento profissional?

Você se sente realizado na sua profissão e quer adquirir mais conhecimento, se atualizar das novas tecnologias, assumir um cargo de liderança e fazer networking? Ou pretende fazer uma grande mudança e passar a atuar em uma área totalmente diferente?

A resposta a essas perguntas é essencial para decidir se o melhor é partir para uma nova graduação ou fazer uma pós.

Como muitos de nós entramos na faculdade ainda jovens e sem muita experiência, é comum uma certa frustração ao descobrir que não se identifica tanto com o curso ou com a profissão.

Se esse for o seu caso, é importante avaliar se é possível aproveitar o caminho que você já trilhou em sua carreira nesta transição.

Por exemplo, se você é formado em enfermagem, mas prefere atuar na área de gestão, uma pós em administração hospitalar é uma opção interessante, pois une as duas áreas do conhecimento e lhe dará uma vantagem no mercado de trabalho.

Porém, se você trabalha na área contábil, mas a sua vocação é o jornalismo, uma nova graduação é inevitável, por se tratar de profissões muito distantes. Lembre que o objetivo da graduação é preparar o aluno para ingressar em uma carreira, fornecendo a ele conhecimentos básicos para atuar naquela área, por isso, ela é mais indicada para quem deseja fazer uma grande mudança na carreira.

Já no caso da pós, o objetivo especializar o profissional em um determinado tópico. Embora existam vários tipos de pós, cujas diferenças você pode conferir clicando aqui, no geral, ela é mais ligada às necessidades e habilidades exigidas pelo mercado.

Trata-se de uma ótima opção para quem deseja se aprofundar ainda mais em um assunto ou precisa complementar os seus conhecimentos, como um farmacêutico que deseja conhecer mais sobre auditoria em saúde, por exemplo.

Para quem deseja uma promoção, aumento de salário e ocupar cargos de liderança, a pós-graduação também é uma opção mais certeira, justamente por formar um profissional mais especializado e focado no mercado de trabalho.

Por fim, ela também é indicada para quem pretende atuar como pesquisador ou professor, pois é ela que autoriza o profissional a dar aula no ensino superior.

Decidir entre uma pós e uma segunda graduação é um plano de longo prazo, pois irá impactar os rumos da sua carreira, independentemente de qual seja a sua profissão. Mas também lida com questões bem presentes, como custos e tempo.

Pesando todos estes tópicos, você conseguirá tomar a decisão mais acertada para os seus objetivos.

Se este conteúdo foi útil para você, também pode ajudar outras pessoas. Então, compartilhe nosso post nas suas redes sociais e contribua para a propagação do conhecimento!




ÚLTIMOS POSTS

Ontem

O papel da Auditoria Odontológica

LER POST
Há 6 dias

Entenda como inovar em cooperativas

LER POST
Semana passada

Qual a diferença entre tecnólogo, bacharelado e licenciatura?

LER POST