RN 277: entenda o que é e a importância da acreditação de operadoras

  • Home
  • Blog
  • Diversos
  • RN 277: entenda o que é e a importância da acreditação de operadoras
Publicada 06/02/2020

Em 4 de novembro de 2011, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou a RN 277, com a finalidade de incentivar a melhoria continuada na qualidade assistencial das operadoras de planos de saúde.

A resolução traz as regras que as entidades acreditadoras devem cumprir e como deve ser o processo de acreditação junto às operadoras, como os requisitos, pontuação mínima exigida, validade do certificado, entre outros fatores.

Quer entender melhor como funciona a acreditação nesse segmento e sua relação com uma boa gestão? Então continue a leitura e saiba também o que estabelece a RN 277 e os benefícios desse tipo de certificado para as operadoras!

 

O que é acreditação de operadoras?

É uma forma de atestar a excelência em diferentes processos das operadoras de planos de saúde, o que significa um atendimento e serviços de qualidade para os pacientes. As regras para acreditação foram instituídas pela ANS na RN 277.

As instituições de plano de saúde participam de maneira voluntária desse tipo de programa, mas o interesse em obter esse certificado demonstra que estão preparadas para receber uma avaliação externa de acordo com os requisitos exigidos pela ANS. Quando acreditadas, essas organizações passam a contar com um diferencial no mercado.

 

Qual a importância de ter uma boa gestão hospitalar?

Quando se fala em acreditação, estamos nos referindo à melhoria contínua dos serviços e procedimentos, o que só ocorre graças a uma boa gestão hospitalar. É fundamental que os setores e profissionais trabalhem de maneira integrada e de acordo com as boas práticas, garantindo um padrão de qualidade nos processos.

É importante que o gestor assuma a postura de liderança para coordenar as equipes e garantir um bom funcionamento de todas as áreas da instituição. Dessa maneira, as organizações de saúde que almejam o certificado de acreditação devem, em primeiro lugar, contar com profissionais qualificados na área de gestão hospitalar.

 

O que a RN 277 institui em termos práticos?

A resolução institui as regras para que as entidades acreditadoras possam atuar, como a homologação da ANS e habilitação concedida pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO).

Os itens que as operadoras devem estar em conformidade estão divididos em 7 dimensões:

  • Programa de Melhoria da Qualidade (PMQ);
  • Dinâmica da Qualidade e Desempenho da Rede Prestadora;
  • Sistemáticas de Gerenciamento das Ações dos Serviços de Saúde;
  • Satisfação dos Beneficiários;
  • Programas de Gerenciamento de Doenças e Promoção da Saúde;
  • Estrutura e Operação;
  • Gestão.

 

O que a resolução avalia e como funciona a classificação?

A resolução da ANS estabelece os pontos que serão avaliados e a nota mínima para que a operadora de plano de saúde alcance o certificado de acreditação. Em linhas gerais, são avaliados:

  • administração;
  • estrutura e operação dos serviços oferecidos;
  • desempenho dos profissionais e de estabelecimentos de saúde conveniados;
  • nível de satisfação dos beneficiários.

De acordo com a pontuação obtida, a organização é avaliada em três níveis de acreditação:

  • nível 1 — operadora que recebeu entre 90 e 100 pontos;
  • nível 2 — operadora que recebeu entre 80 e 89 pontos;
  • nível 3 — operadora que recebeu entre 70 e 79 pontos.

 

Quais os benefícios da acreditação?

As operadoras de planos de saúde que se submetem ao processo de acreditação e conseguem a certificação obtêm diversos benefícios. Veja a seguir:

Incentivo para a elaboração de programas de promoção à saúde e de prevenção de doenças

Para conseguir a acreditação, é necessário alcançar uma série de padrões no atendimento. Com isso, a organização precisa se adequar ao que é exigido, elaborando programas eficazes voltados para a assistência à saúde, devendo atuar, assim, no cuidado preventivo ao paciente.

A entidade acreditadora avalia, por exemplo, se a operadora disponibiliza para seus usuários programas antitabagismo, além de materiais explicativos de diferentes temáticas: por exemplo, voltados aos idosos, acerca de hábitos de vida saudáveis (hábitos nutricionais, medidas de higiene e prevenção de infecções) ou ainda sobre a importância da cobertura vacinal das crianças.

Formação de redes credenciadas mais adequadas às operações

A fim de alcançar os níveis exigidos, é necessário que a operadora de planos de saúde trabalhe com uma rede credenciada adequada. Desse modo, deve priorizar a qualificação acadêmico-profissional de médicos e demais prestadores nas fases de avaliação e seleção.

auditoria também deve trabalhar com procedimentos documentados de operação para aferir a qualidade e adequação dos serviços prestados pela rede. 

Mais controle de qualidade da assistência

Para seguir todos os requisitos exigidos, a operadora deve adotar boas práticas na assistência. Então, ter a certificação é uma forma de garantir um nível de excelência nesse quesito e que pode ser controlado de acordo com a satisfação dos usuários, que também é um dos itens avaliados.

Ajustes para melhorar a gestão

A operadora só consegue as pontuações mínimas exigidas se adequar sua gestão de acordo com as normas exigidas. Os pontos incluem: gestão de pessoas (com treinamentos, metas e indicadores), gestão de tecnologia, gestão estratégica e gestão das parcerias e terceirizações.

Nesse ponto, é essencial que a organização tenha em seu quadro profissionais especializados na área de gestão. Dessa maneira, é possível fazer todos os ajustes necessários de modo que a instituição consiga cumprir os requisitos e receber o certificado.

Melhor posicionamento no mercado

Por fim, um dos grandes benefícios é um melhor posicionamento no mercado, pois a imagem da operadora de plano de saúde fica mais fortalecida. Isso porque o certificado de acreditação é uma chancela de que ela preza pela qualidade do atendimento. Além disso, a lista das organizações acreditadas aparece, inclusive, no site da ANS.

Com a RN 277, a ANS busca estimular a adoção de boas práticas entre as operadoras de planos de saúde a fim de que alcancem uma assistência de excelência. Apesar de a participação nos programas de acreditação ser voluntária, ela é importante para que as organizações identifiquem os pontos que precisam melhorar para, dessa forma, atingir altos padrões de qualidade em seus processos.

Quer saber mais sobre a RN 277 e como a Faculdade Unimed pode auxiliar sua instituição?
Entre em contato: negocios@faculdadeunimed.edu.br  ou (31) 2121-2990


Fale com a Faculdade Unimed

Entre em contato pela central de atendimento
clicando aqui ou ligue para: 0800 702 1301



ÚLTIMOS POSTS

Semana passada

Como e por que atuar na área de auditoria de contas médicas?

LER POST
12/02/2020

Corrupção na saúde: conheça mais sobre a área e saiba como evitar

LER POST
30/01/2020

3 carreiras bem remuneradas na área da saúde

LER POST