Tecnólogo em Gestão Hospitalar: uma ótima opção para sua carreira

Publicada 07/06/2019

Segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde, em 2017, o Brasil contava com 7.514 unidades (públicas e privadas) em sua rede hospitalar. Diante desse número, fica fácil entender a demanda pelo tecnólogo em Gestão Hospitalar.

É uma área bastante peculiar que não pode ser administrada como uma empresa comu. Os hospitais e outros estabelecimentos de saúde apresentam uma dinâmica diferenciada que precisa ser bem gerenciada para se conseguir, ao mesmo tempo, atendimento de qualidade e equilíbrio financeiro da instituição.

Quer entender melhor a importância de possuir uma formação em Gestão Hospitalar e mais detalhes sobre o mercado de trabalho nessa área? Confira nosso post e veja como essa pode ser uma opção de ouro para quem busca o sucesso profissional!

 

Como é o curso de tecnólogo em Gestão Hospitalar?


O curso superior na modalidade tecnólogo é formatado para atender o mercado de trabalho e ideal para quem tem pressa em se formar, porque, ao contrário de bacharelados e licenciaturas, suas aulas são mais práticas e a duração é menor.

O tecnólogo em Gestão Hospitalar, por exemplo, dura de 2 a 3 anos e tem um conteúdo programático bastante diversificado. Essa combinação permite ao profissional adquirir conhecimentos e capacitação necessários para um gerenciamento sadio de estabelecimentos de saúde.

O gestor hospitalar tem habilidades para atuar nos numerosos setores de um hospital, clínica ou outra instituição pautada em qualidade de vida. Assim, com o curso, ele adquire as competências de administração para lidar com finanças, materiais, equipamentos e recursos humanos, visando à padronização de procedimentos, redução de erros, atendimento seguro e de qualidade ao usuário.

A formação na área apresenta noções de contabilidade, finanças, legislação e regulação do setor, gerenciamento de pessoas, indicadores de saúde, auditoria hospitalar, políticas do Sistema Único de Saúde (SUS) e da Saúde Suplementar, entre outros temas fundamentais para uma gestão de excelência.

 

Quais são as atribuições desse profissional?


O profissional tem uma atuação multidisciplinar, pois lida com atividades ligadas a:

  • aspectos técnico-administrativos;
  • gestão de equipes;
  • compra de materiais;
  • negociação com fornecedores;
  • supervisão de logística;
  • controle de custos;
  • descarte correto dos resíduos hospitalares;
  • análise de contratos;
  • manutenção do estoque;
  • terceirização de serviços.

É uma função muito importante e complexa, pois os estabelecimentos de saúde convivem com altos custos e baixo orçamento. Dessa maneira, o profissional com formação na Gestão Hospitalar terá a qualificação necessária para orquestrar todos os setores de forma a garantir o bom andamento dos trabalhos.

 

Para quem a formação é direcionada?


O tecnólogo em Gestão Hospitalar é direcionado para quem já concluiu o Ensino Médio e busca uma área em ascensão. É interessante também para quem quer atuar no gerenciamento de instituições de saúde ou ainda para quem já trabalha na área, mas precisa de um conhecimento mais específico do setor.

Para profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, dentistas, por exemplo, o curso em Gestão Hospitalar pode ser uma oportunidade para ampliar os conhecimentos relativos aos estabelecimentos de saúde e para diversificar sua atuação.

Perfil do profissional

Para trabalhar como gestor hospitalar, é importante ter ou desenvolver algumas características, como:

  • capacidade analítica;
  • visão sistêmica;
  • pensamento estratégico;
  • organização;
  • proatividade;
  • liderança;
  • habilidade de comunicação;
  • facilidade para lidar com pessoas;
  • flexibilidade para trabalhar com diferentes setores.

A rotina de um hospital não é nada fácil, afinal, estamos falando de um trabalho que envolve a vida das pessoas e, assim, qualquer erro pode ter consequências sérias. Dessa forma, se você gosta de desafios e de buscar soluções para os problemas, essa pode ser a carreira que se encaixa no seu perfil.

 

Quais são as possibilidades de atuação nessa área?


O curso de tecnólogo em Gestão Hospitalar pode oferecer boas perspectivas profissionais, visto que há uma forte demanda no país por profissionais qualificados nessa área, que saibam como garantir serviços de qualidade e com segurança, e a sustentabilidade financeira das instituições.

O gestor tem a visão da instituição como um todo, pois cuida de todos os setores para que trabalhem em prol de um objetivo comum. Para isso, precisa supervisionar a rotina hospitalar, entender todos os aspectos burocráticos, ter um contato próximo com todas as equipes (médicos, enfermeiros, técnicos, administrativo etc), além de lidar com as finanças e materiais.

Dessa forma, o profissional encontra espaço para fazer carreira em instituições do setor público e privado, como:

  • hospitais;
  • consultórios;
  • clínicas médicas;
  • laboratórios;
  • unidades básicas de saúde;
  • postos de saúde;
  • ambulatórios;
  • unidades de pronto atendimento;
  • secretarias de saúde;
  • casas de repouso;
  • creches;
  • empresas de planos de saúde;
  • empresas seguradoras e de medicina em grupo.

Quem quiser trabalhar de forma autônoma, pode ainda prestar consultoria em gestão para instituições de saúde.

 

Por que o profissional desse segmento deve buscar atualização constante?


A área da saúde está sempre passando por mudanças, seja na legislação, normas de órgãos reguladores, tecnologias, aspectos burocráticos etc. Por isso, o gestor hospitalar que quer se destacar deve procurar a educação continuada e, assim, manter-se atualizado.

O curso de tecnólogo na área é o passo mais importante dessa trajetória para ser valorizado no mercado e conseguir os cargos mais concorridos. Mas o profissional que busca crescer ainda mais na carreira precisa estar sempre aberto ao aprendizado.

Dessa maneira, ele deve acompanhar as tendências do setor em sites e revistas especializadas, além de procurar participar de eventos do segmento. Para quem quer ir além, a dica é cursar pós-graduação — como especialização ou Master in Business Administration (MBA) — em uma instituição de ensino de referência, com experiência nas áreas de saúde e gestão.

São cursos que vão incrementar ainda mais o currículo do profissional, que terá conhecimentos específicos e atualizados, além de possibilitar aumentos de salário. Propicia, ainda, o contato com outros profissionais da área, o chamado networking, importante para a troca de informações e a realização de parcerias profissionais.

Agora você já sabe todas as vantagens para sua carreira ao cursar o tecnólogo em Gestão Hospitalar. Com ele, você terá uma formação superior completa e de curta duração em uma área bastante promissora e carente de profissionais qualificados.

Gostou do nosso post? Quer aprender mais sobre o assunto? Então confira 6 dicas de gestão hospitalar para uma administração de sucesso!


Fale com a Faculdade Unimed

Entre em contato pela central de atendimento
clicando aqui ou ligue para: 0800 702 1301



ÚLTIMOS POSTS

05/07/2019

Descubra o que torna o cooperativismo médico importante

LER POST
05/07/2019

Gestão de conflitos é uma competência importante para médicos?

LER POST
03/07/2019

Empreendedorismo na Medicina: como atuar nesse mercado

LER POST