Empreendedorismo na Medicina: como atuar nesse mercado

Publicada 03/07/2019

Empreender está se tornando uma tendência cada vez maior no Brasil. Por um lado, a instabilidade econômica aumentou o número de negócios informais. Mas também está crescendo a quantidade de profissionais que entram nesse campo de maneira planejada, inclusive em áreas específicas, como a saúde.

É o caso do empreendedorismo na Medicina. A abertura desse mercado tem gerado ótimas oportunidades de carreira para médicos que desejam administrar a própria empresa e trabalhar de maneira autônoma. Quer saber mais sobre o assunto? Confira as informações deste post!

 

O que é necessário para empreender?


O empreendedorismo é um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento econômico de uma região. É ele que promove o atendimento a novas demandas das pessoas, assim como a criação de mais empregos e a maior circulação de dinheiro. Entretanto, muitos profissionais ainda têm receio de se lançar nessa área.

Um emprego formal pode parecer uma opção mais segura, mas empreender impulsiona muito as possibilidades de retorno — tanto financeiro quanto pessoal. Embora existam riscos em abrir uma empresa, um planejamento estratégico é capaz de oferecer a estabilidade que você precisa para realizar esse projeto.

Nesse sentido, precisamos entender o que é e como é possível desenvolver um perfil empreendedor. Atuar no empreendedorismo na Medicina ou exercer cargos de gestão são atividades que exigem bastante sob os aspectos profissionais e emocionais. Assim, uma das habilidades principais de alguém que entra nesse campo é a resiliência para contornar os desafios.

Além disso, a criatividade é muito bem-vinda. Afinal, a melhor forma de empreender é identificar necessidades e responder a elas com inovação. Paralelo a isso, outra competência que você precisa desenvolver é a flexibilidade: acompanhar as mudanças do mercado é essencial para conquistar reconhecimento e se manter em destaque.

Além disso, um empreendedor deve saber que vai ser necessário trabalhar muito — em geral, a carga é maior quando comparada a um emprego formal. Logo, é preciso muita organização e capacidade para se manter motivado. O aspecto positivo é que os resultados serão proporcionais a esse esforço, pois você estará trabalhando para si mesmo.

 

Como atuar no mercado de empreendedorismo na Medicina?


O mercado da Medicina oferece desafios específicos, como a rígida regulamentação. Entretanto, conhecendo as regras e seguindo os preceitos éticos, é possível criar negócios com ótimos retornos.

Tem interesse em fazer isso? Confira algumas dicas a seguir:

Planeje o empreendimento
O primeiro passo para construir um trabalho autônomo eficiente é o planejamento. Em geral, as pessoas que passam por dificuldades ao abrir uma empresa ou trabalhar por conta própria não dedicaram o tempo e o esforço necessários nessa etapa. De fato, iniciar algo sem planejar o suficiente aumenta muito os riscos de fracasso.

Por isso, se você sente que tem boas ideias para a área médica, pesquise bastante e procure saber como seu projeto pode ser colocado em prática. É importante pensar em detalhes como o público-alvo, o investimento inicial, as estratégias de marketing etc. Um bom plano de negócio faz toda a diferença no empreendimento.

Saiba gerenciar a empresa
É importante reconhecer que nem todos os conhecimentos necessários para o empreendedorismo na Medicina são aprendidos na faculdade. Afinal, não é comum que aulas da área da saúde envolvam discussões sobre administração e publicidade. Por isso, buscar esses aprendizados é essencial para quem quer iniciar um trabalho diferente.

Existem várias opções para adquirir novas habilidades. É possível estudar sobre gestão e empreendedorismo em livros, participar de eventos nesse campo, fazer cursos específicos para abertura de negócios e, ainda, contar com a consultoria de profissionais especializados.

Tudo que possa ajudar você a planejar seu negócio e exercer a liderança dele é muito útil. Nesse sentido, há também aplicativos e alternativas de softwares que oferecem suporte na administração e podem facilitar muito seu trabalho, proporcionando que mais tempo seja dedicado a funções estratégicas.

Ofereça serviços diferenciais
A ideia do empreendedorismo na Medicina é trabalhar com algo novo ou pouco explorado por outros profissionais. Mas saiba que nem sempre a criatividade está em idealizar um serviço inexistente. É possível empreender a partir de alguns diferenciais simples, como atender em horários alternativos ou agregar valor a serviços já conhecidos (utilizando a tecnologia nos atendimentos, por exemplo).

Você também pode conseguir isso ao se especializar em um nicho específico. Essa estratégia faz com que os pacientes desenvolvam mais confiança, pois sabem que o profissional se dedica inteiramente a determinado assunto e está constantemente aprofundando seus conhecimentos.

Monte um marketing eficiente
Um dos principais aspectos de um negócio é o marketing. Quando o médico trabalha para uma empresa, sua responsabilidade é exercer a função para a qual foi contratado. Já quem realiza um trabalho autônomo precisa estar frequentemente atento para atrair pessoas interessadas no seu serviço.

Uma estratégia de marketing muito utilizada atualmente é feita por meio da internet, em perfis de redes sociais. Os pacientes se interessam cada vez mais em acompanhar conteúdos publicados nesses sites e aplicativos. Por isso, muitos médicos têm se destacado ao promover esse contato mais próximo.

 

O que fazer para ter sucesso nessa área?


A aplicação das dicas que citamos até aqui vai depender do modelo de negócio que você pretende desenvolver. O empreendedorismo na Medicina é muito amplo e versátil, oferecendo diversas oportunidades para quem planeja obter destaque na área. Assim, para chegar ao reconhecimento que deseja, é importante conhecer o mercado e oferecer respostas às demandas que você identificou.

Uma das melhores formas de fazer isso é aumentar os seus conhecimentos e desenvolver habilidades essenciais para o trabalho. Por exemplo, uma pós-graduação em Geriatria e Gerontologia é fundamental para quem planeja um empreendimento que envolve o público idoso.

A credibilidade é importante para qualquer profissional, mas na área da saúde ela ganha relevância ainda maior, porque os pacientes precisam saber que podem confiar na capacidade do médico. Logo, aprofundar-se nos estudos é sempre um bom caminho.

Da mesma forma, o médico que pretende empreender atendendo empresas também se beneficia do enriquecimento do currículo a partir da educação continuada. Adquirir conhecimentos sobre tecnologia da informação na auditoria em saúde, por exemplo, é indispensável para quem atua nesse campo.

Percebeu como o mercado de empreendedorismo na Medicina oferece boas oportunidades? Essa área está aberta para profissionais criativos que tragam diferenciais para pacientes e empresas. Vale a pena seguir as dicas que demos para impulsionar sua carreira!

E então, gostou deste post? Que tal compartilhar essas informações nas suas redes sociais?

 


Fale com a Faculdade Unimed

Entre em contato pela central de atendimento
clicando aqui ou ligue para: 0800 702 1301



ÚLTIMOS POSTS

Ontem

Inovação e saúde: como conectar os dois conceitos da melhor forma?

LER POST
Há 6 dias

Gestor em saúde: é possível pensar a área de maneira inovadora?

LER POST
Semana passada

Descubra como se tornar perito médico e as suas possibilidades de atuação

LER POST